26/11/2021 11:54:42 / Editor: José Alfredo | Agência Rede PT Ribeirão

Ibovespa: nova cepa do coronavírus provoca forte queda; ações das aéreas despencam

Por Julinho Bittencourt

O Ibovespa, principal índice de ações da bolsa de valores de São Paulo, opera nesta sexta-feira (26) em forte queda. O movimento acompanha o nervosismo no mercado internacional com a descoberta de uma nova variante do coronavírus possivelmente resistente a vacinas.

No meio da manhã, em torno das 11h, o Ibovespa caía 2,93%, a 102.713 pontos. Mais cedo, chegou a recuar mais de 3%. 

Por conta da recomendação da Anvisa de suspender desembarques de passageiros provenientes de seis países da África, as ações das companhias aéreas Gol Azul despencavam cerca de 10%, junto com os papéis da operadora de turismo CVC e da fabricante de aviões Embraer.

Mercados internacionais

O dia tem sido de estresse nos mercados internacionais, com a notícia de uma nova variante do coronavírus possivelmente resistente a vacinas provocando temores de novo impacto à economia global e provocando fuga de ativos arriscados.

As principais bolsas internacionais operavam em queda e os preços do barril de petróleo tinham baixa de mais de 5%.

Por outro lado, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou que o índice de Confiança da Indústria (ICI) recuou em novembro pelo 4º mês seguido, atingindo o menor nível desde agosto de 2021.

Mundo em pânico

Uma nova variante da Covid-19 detectada na África do Sul está gerando pânico em várias regiões do mundo. Países da Europa, Oriente Médio e Ásia suspenderam voos oriundos do sul da África após a descoberta da cepa B.1.1.529, considerada com o maior número de mutações.

Até agora, foram confirmados 77 casos na Província de Gauteng, na África do Sul; 4 casos em Botsuana; 1 em Hong Kong (uma pessoa que voltou de uma viagem à África do Sul) e 1 em Israel (uma pessoa que voltou do Malaui).