Bruno Covas é extubado após sangramento no estômago ser contido e segue na UTI

O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi extubado no fim da tarde desta segunda-feira (3) após o sangramento no estômago, decorrente do câncer, ser estancado. O político tucano permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Sírio-Libanês, no Centro da capital paulista.

Covas havia sido transferido para a UTI pela manhã para ser intubado depois que um exame de endoscopia registrou o sangramento causado por uma úlcera em cima do tumor original, entre o esôfago e o estômago.

Por causa do sangramento, as sessões de quimioterapia e imunoterapia que o prefeito faria nesta segunda (3) foram suspensas e não devem acontecer nos próximos dias.

No domingo (2), Covas decidiu se licenciar por 30 dias da prefeitura para se dedicar totalmente ao tratamento após sentir dores e náuseas recorrentes.

Em comunicado, ele afirmou que a vida tem apresentado enormes desafios e que ele tem procurado enfrentá-los com fé, cabeça erguida e muita determinação.

Deixe um comentário

Receba nossas notícias pelo Telegram

Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto